Organização

A Moradia e Cidadania tem suas origens nos Comitês de Ação da Cidadania, criados em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza. Em setembro do ano 2000 esse movimento social, abraçado pelos empregados da Caixa transformou-se em instituição jurídica, como organização não governamental (ONG), de abrangência nacional, registrada sob o CNPJ nº 01.285.730/0001-49 e denominada Moradia e Cidadania.

Em 2001 a Moradia e Cidadania foi reconhecida como entidade de Utilidade Pública Federal e também receberia do Ministério da Justiça a qualificação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público – OSCIP.

Desde a criação, o quadro de associados da Moradia e Cidadania é aberto à associação de pessoas físicas de qualquer natureza e procedência, mediante inscrição junto à instituição. Seu quadro de associados é integrado atualmente por cerca de 8.000 pessoas, compõe-se majoritariamente por empregados e aposentados da CAIXA, que contribuem para a realização de projetos de inclusão social em todos os estados do país e no Distrito Federal.

A Moradia e Cidadania, por meio de coordenações estaduais, tem atuação em todo o território nacional, sem distinção de credo, raça, sexo, idade, profissão ou ideologias políticas. A organização pauta sua atuação pela ética, pela paz, na cidadania, na justiça social, nos direitos humanos e sempre buscando os princípios democráticos e a igualdade entre seus colaboradores, assistidos e apoiadores. Sua gestão é regida pela legislação específica das organizações da sociedade civil, por seu Estatuto e Regimento Interno. Não possui fins lucrativos e tem atuação por prazo indeterminado.

***

A Rede de Integração e Cidadania (RINACI) foi criada em 2004 por um grupo de facilitadores de Biodanza para realizar ação social com crianças, adolescentes e suas famílias em situação de vulnerabilidade social em organizações da sociedade civil. Atualmente está registrada no Conselho Municipal da Criança e do Adolescente – CMDCA de Porto Alegre no Programa SARA – Serviço de Apoio a Rede de Atendimento da Criança e do Adolescente.

A RINACI propõe um processo de transformação social, iniciando com o trabalho de promoção da cidadania que busca auxiliar pessoas, grupos e comunidades na conquista de melhores condições de vida, direitos humanos, integridade, ética, paz e outros valores universais ligados ao cuidado com a vida. A fundamentação filosófica é o Princípio Biocêntrico, a vida como referencial central e a metodologia de trabalho é a Biodanza e a Educação Biocêntrica.

%d blogueiros gostam disto: